Co-criando Uma Sociedade Mais Colaborativa – por Marcos R. Martins

Co-criando Uma Sociedade Mais Colaborativa – por Marcos R. Martins

Semana Internacional de Networking: “Um Novo Mundo de Oportunidade” histórias de vários líderes internacionais do BNI

Enviado por Marcos R. Martins

Diretor Nacional – BNI Brasil

Tudo começou em 2002, quando estava nos EUA a negócios e fui convidado a uma reunião do BNI. Era inverno, manhã fria e escura quando chegamos ao lugar da reunião. Fomos bem recebidos pelos membros do grupo e acompanhamos atentos a dinâmica da reunião. Francamente falando, minha primeira impressão foi de que era algo de americano feito para americano. Como meu foco naquela viagem era outro, não dei continuidade. Tudo mudou cinco anos depois, em 2007 quando trabalhava com Networking de recolocação de executivos e me lembrei daquela experiência com o BNI. Ao pesquisar sobre o BNI, me chamou atenção saber que a organização havia dobrado de tamanho nos últimos 5 anos, passando de 2.400 grupos e 50 mil membros em 20 países para 4.900 grupos e 110 mil membros em 44 países. Ainda me chamou mais atenção constatar que o único continente que não havia BNI era a América do Sul. Contatei imediatamente a matriz nos EUA, e o resto é história.

Hoje, dez anos após meu primeiro treinamento BNI em janeiro de 2008, colocamos o Brasil e a América do Sul no mapa da organização BNI. São 130 grupos e 5 mil membros em 8 estados e 70 cidades do Brasil. Todos esses números são importantes para ilustrar a dimensão e o crescimento da organização no Brasil e no mundo, mas o melhor estava por vir. Pois a essência do BNI são as pessoas. São elas que constroem esses números e fazem a diferença em nossas vidas. Portanto, não é difícil imaginar o que acontece quando essas pessoas decidem organizada e conjuntamente se ajudarem mutuamente na busca de recomendar negócios uns aos outros, ou seja, colocar em prática a Lei da Reciprocidade. Essa é a filosofia Givers Gain (Ganhar Contribuindo) que permeia toda a organização BNI. Se eu lhe passar oportunidades de negócio, você se interessará em me retribuir ou a alguém do nosso grupo BNI. Somente quem faz parte do BNI pode entender, na prática, a força transformadora da filosofia Givers Gain. Essa é a beleza do Networking. Nunca sabemos onde nos levará, as portas que se abrirão. Essa filosofia talvez pareça simples, mas não é óbvia. Poucas empresas têm uma cultura tão forte e latente como o BNI.

E se eu te disser que essa organização e sua forte cultura mudaram minha vida profissional e pessoalmente?

E vem fazendo o mesmo na vida de centenas de milhares de pessoas mundo afora? Parece muito bom para ser verdade, certo? Como CEO do BNI Brasil, sou suspeito para falar, mas o que dizer de centenas de membros e diretores da organização aqui no Brasil que testemunham que o BNI tem transformado suas vidas e suas empresas? Reportam que o BNI alavancou suas vendas em 50%. Outros dizem que 80% de seus clientes vêm das referências recebidas do seu grupo BNI. Existem aqueles que dizem que reformularam totalmente suas empresas por meio de parcerias estratégicas com outros empresários do BNI. Sem mencionar os vários casos de empresários e profissionais liberais que vêm me agradecer, dizendo que se não fosse os negócios obtidos por meio do BNI, já teriam encerrado suas empresas. Quão gratificante é receber esse retorno! Saber que estamos fazendo a diferença na vida das pessoas não tem preço! Isso é o que me motiva a acordar todas as manhãs e buscar expandir o BNI para alcançar ainda mais empresários em todo o Brasil.

Para destacar apenas um aspecto dessa transformação proporcionada pelo BNI, pela primeira vez na minha vida profissional pude alinhar meus valores profissionais aos meus valores pessoais. Não preciso mais ser uma pessoa no trabalho e outra em casa. Quem já trabalhou para grandes multinacionais sabe do que estou falando. Quando alguém consegue esse alinhamento, simplesmente, o trabalho deixa de ser um fardo e passa a ser uma jornada com propósito. Nesses dez anos à frente do BNI Brasil, a experiência tem me mostrado que, em maior ou menor escala, cada uma das pessoas que são tocadas pelo BNI, seja um membro, um diretor ou funcionário (stakeholders do BNI), também tem nos reportado essa experiência de alinhamento de valores e propósito. Trabalhar de forma colaborativa em prol do bem do outro faz todo o sentido para nós do BNI.

Um novo mundo de oportunidade

Sabemos que estamos construindo juntos algo maior, não estamos apenas fomentando mais negócios aos empresários do BNI, estamos contribuindo na transformação de pessoas em melhores profissionais, estamos catalisando esforços empresariais para a melhoria das comunidades locais onde o BNI está presente; estamos mudando a forma como o mundo faz negócios. Sim, o BNI faz aflorar o melhor do ser humano. Como diz o Dr. Ivan Misner, fundador do BNI em 1985, a organização BNI não tem ajudado apenas na evolução da mentalidade da competição para a colaboração, mas mais importante, da mentalidade da colaboração para a co-criação. Se hoje empresas como Uber e Airbnb estão na vanguarda da economia colaborativa, a organização BNI foi muito além, não apenas foi visionária ao materializar a economia colaborativa há mais de três décadas, mas também como precursora da economia co-criativa. Aquela onde todos os stakeholders da organização se juntam para construir um bem maior para a sociedade. Literalmente, vivem o Lucro com Propósito. Não basta servir os stakeholders com bons produtos, bons serviços, bons salários e bons lucros – todo esse esforço conjunto precisa estar alicerçado em um propósito maior, impactando positivamente a sociedade na qual essa organização está inserida. Nós do BNI, sim, buscamos crescer o lucro de nossas empresas, mas sabemos que ao mesmo tempo estamos co-criando uma sociedade mais colaborativa onde a competição fria e predatória (mentalidade de escassez, isto é, aquela que divide e subtrai: para um ganhar , e outro perder) dá lugar à “coopetição”, ou seja, cooperação entre pessoas e empresas, gerando mais oportunidades e negócios para todos, assim como parcerias estratégicas entre pares e/ou concorrentes. Essa é a mentalidade da abundância, isto é, aquela que soma e multiplica para todos ganharem. Essa é a Organização BNI em ação! Seja bem-vindo à maior organização de referências de negócio do mundo, onde um novo mundo de oportunidade espera por você.

Desejo a todos uma fantástica Semana Internacional de Networking!

Marcos R. Martins | Diretor Nacional – BNI Brasil

 

#BNI #bnibrasil #internationnetworkingweek #Networking #semana internacional de networking

3 Comments

  1. Orlicio Marques

    Imagem daqui a 5 anos, nossas oportunidades em ajudar mais pessoas sera muito maior, com essa metodologia BNI não tem limites

Post Comment