Grupo de empresários completa 4 anos com mais de R$ 16 milhões de negócios fechados – Via Revista Empresários

Grupo de empresários completa 4 anos com mais de R$ 16 milhões de negócios fechados – Via Revista Empresários

Metodologia norte-americana reúne empresários semanalmente para trocar referências de clientes e fomentar o empreendedorismo regional.

O grupo de empresários BNI Indicium, de Santos, completa quatro anos de formação este mês. Durante o período, as mais de 100 empresas participantes foram responsáveis por mais de R$ 16,6 milhões em negócios fechados. Essa meta foi alcançada por meio de 7.510 contatos referenciados ao longo dos anos.

A metodologia pode ajudar os empresários da Baixada Santista de duas formas. Primeiro para quem precisa comprar um produto ou serviço, e pode contar com o BNI Indicium, pois possui empresas selecionadas dos mais variados segmentos, garantindo assim a qualidade e a segurança em contratar um dos membros. Segundo para os que precisam aumentar suas vendas, essas empresas, se aprovadas em um processo seletivo, podem compor o grupo e receber referências de negócio.

As reuniões acontecem todas as semanas, às quartas-feiras, a partir das 7 horas da manhã, no Mendes Plaza Hotel. Um café da manhã é servido para membros e convidados, pelo valor de R$ 44,00, pago diretamente ao hotel, além do estacionamento incluso.

Durante os encontros cada membro tem a oportunidade de falar sobre a sua empresa, mostrar produtos e pedir referências de negócios. Os convidados também têm um espaço para se apresentar. Toda a reunião é comandada pela mesa-diretora, composta pelo presidente, vice-presidente e secretário-tesoureiro.

Por se tratar de uma franquia, após duas visitas, os empresários que quiserem continuar a fazer parte do grupo precisam passar por uma avaliação de uma comissão, que apura se os ramos de atividade dos interessados não conflitam com os membros atuantes – não é permitido duas empresas do mesmo segmento no BNI – e, em seguida, efetuar o pagamento da anuidade para o franqueador.

O sócio-proprietário da Marcasite, Flávio Pinheiro é o atual presidente do grupo. Ele já assumiu o cargo na formação, em 2013. “A principal diferença é o tamanho do grupo. Na primeira gestão tínhamos um grupo de 20 empresários e que cresceu até alcançar 25 membros no fim da primeira gestão. Atualmente estamos beirando os 50 membros. Por esse motivo, os desafios são outros, mas todos trazem um aspecto positivo à nova gestão. Muitos membros atuais já têm bastante experiência no BNI e podem colaborar mais em manter o crescimento saudável do grupo. Diferentemente da minha primeira gestão, não precisamos nos preocupar tanto em entender os métodos do BNI, pois já conhecemos bastante, portanto, podemos focar mais em trazer mais negócios para o grupo e fazer tudo funcionar de maneira mais aprimorada”, analisa.

Comprometimento que gera resultados

Para ele, o BNI é uma realidade na Baixada Santista e merece atenção dos empresários locais. “Muitos ramos de negócios podem se beneficiar bastante com o BNI. Tanto as empresas quanto os empresários que participam têm bons motivos para fazerem parte de um grupo e extrair bons resultados pessoais e profissionais”, analisa.

Só este ano, o grupo já movimentou mais de R$ 9 milhões entre os integrantes. “A mentalidade na qual o BNI se baseia é: se cada um se preocupar em ajudar o outro a ser bem-sucedido, todos terão mais chances de atingir o sucesso mais rapidamente. Acredito muito nisso e por este motivo me senti confortável e motivado com a filosofia aplicada nos grupos do BNI”, enfatiza Pinheiro.

Post Comment