BNI Brasil: Porque introvertidos podem ser excelentes networkers

BNI Brasil: Porque introvertidos podem ser excelentes networkers

Porque introvertidos podem ser excelentes networkers

Por Ivan Misner, BNI Founder
“Você não precisa ser uma pessoa extrovertida para fazer networking; você só precisa estar disposto a ouvir.”

Uma pressuposição comum é de que um “extrovertido” é o melhor tipo de networker. Mas isto não é necessariamente verdadeiro. Na verdade, as únicas pessoas que podem lucrar com networking ou marketing de referência são as que realmente não gostam de pessoas. Porém, para começar, é pouco provável que eles sejam empresários ou envolvidos em vendas.

A maioria dos empresários que dependem diretamente de terceiros para comprar seus produtos ou serviços têm pelo menos um certo nível de conforto para lidar com pessoas. Mesmo se você não for extrovertido ou gregário, você pode construir relacionamentos significativos e comunicar suas ideias. Muitas pessoas são assim, e se você é, o marketing de referência ainda é uma das melhores maneiras de construir seu negócio.

Com frequência, os introvertidos se eliminam do networking porque não são bons em iniciar conversas. Isso é uma pena, pois eles são na verdade melhores na parte de networking que é a mais importante para o processo de construção de relacionamento.

O networking é um processo de duas partes. Primeiro, você tem que conhecer alguém novo e compartilhar informações sobre você. O extrovertido pode ser melhor nessa primeira parte do processo. Porém, o introvertido é melhor na segunda parte – ouvir a pessoa que acabou de conhecer. O tipo de networking que eu recomendo pode na verdade ser mais fácil para um introvertido, pois os extrovertidos adoram falar deles mesmos, enquanto os introvertidos são melhores em fazer perguntas.

“Um bom networker tem dois ouvidos e uma boca, e usa cada um proporcionalmente. Um bom networker faz perguntas e fica conhecendo a outra pessoa. E assim que você conhece a outra pessoa, é muito mais fácil resolver um dos problemas dela ou diminuir uma de suas preocupações.”

Assim, se você é introvertido, pare de usar isso como uma desculpa para não fazer networking. Se você ainda está se sentindo desencorajado, existem muitas técnicas que você pode usar para facilitar o processo. Por exemplo, se você não se sente confortável em dirigir-se a totais estranhos em uma reunião de negócios de câmara, seja voluntário para ser embaixador para esse grupo. Nesse papel, você é, na verdade, um anfitrião para a câmara, o que torna mais fácil e mais natural para você cumprimentar as pessoas e dizer, “Bem-vindo ao nosso evento. Meu nome é [Ivan Misner]. Eu sou embaixador da câmara.” Quando você se der conta, o gelo terá sido quebrado, e você estará conversando.

Existem muitas oportunidades de aprender a arte de networking, e frequentemente em lugares que você pode não ter considerado. Você se oferece como voluntário para trabalhar? O voluntariado oferece uma grande oportunidade de conhecer pessoas novas, muitas das quais podem ser futuros clientes. Outras pessoas tornaram-se grandes networkers associando-se à Associação de Pais e Mestres de seus filhos, sendo técnicos em uma liga esportiva, trabalhando em um levantamento de fundos, ou até mesmo coordenando ou falando em um evento político de um candidato local ou nacional.

Networking é uma habilidade que pode ser aprendida – independentemente do seu nível de gregarismo. Se você ficar constrangido em ambientes onde você tem que se misturar e envolver-se, ou conhecer pessoas novas, aproveite os seminários de treinamento e workshops que ensinam como fazer networking de maneira eficiente. Você descobrirá que quando aprende maneiras de lidar com essas situações, você fica mais relaxado e confiante em um cenário de networking.

saiba mais net empre botao

 

#business networking #destaque #Dicas de Networking #o que é business networking #O que é Networking

Post Comment